O figurino de A Bela e a Fera

15:03:00


Um dos filmes mais esperados desse comecinho de ano, sem dúvidas, foi A Bela e a Fera. O live-action da animação lançada no Brasil em 1991, com pouco mais de uma semana de estreia, já se tornou o musical mais rentável da história. Eu, que sou apaixonada pela história desde criança, estava ansiosíssima. E foi lindo! The tale old as time, continua tão cativante quanto sua primeira versão. Mas o que mais me encantou – além daqueles cenários, né? Que direção de arte incrível!! – foram os figurinos! 


Desde que as primeiras imagens do filme começaram a sair, já dava pra perceber que as roupas usadas pelos personagens seriam um dos pontos altos do longa. A figurinista Jacqueline Durran – que ganhou o prêmio de melhor figurino pelo filme Anna Karenina no Oscar de 2013 e também foi responsável pelas peças usadas nos filmes Orgulho e Preconceito e Desejo e Reparação – trabalhou em conjunto com a direção de arte para produzir as roupas de alguns dos personagens.
A história narrada se passa na França do séc. XVIII, época em que a realeza usava aquelas perucas enormes e brancas, sabe? Logo nas primeiras cenas já vemos os vestidos incríveis e os trajes elegantes daquele período – que infelizmente não consegui imagens pra postar aqui. Mas a nossa Bela, apesar de ser uma simples camponesa, não fica nem um pouco atrás e todas as suas roupas foram pensadas nos mínimos detalhes.


Apesar do guarda-roupa “simples”, que conta com apenas 6 combinações de peças diferentes, as roupas da Bela são uma parte importante do filme e da construção da personagem. A Emma Watson quando decidiu dar vida à personagem, disse que queria interpretar alguém forte e empoderada, então suas roupas refletem isso: seu vestido azul contém bolsos para colocar seus livros e todos os sapatos usados em cena são confortáveis o suficiente para que ela suba em um cavalo para salvar seu pai a qualquer momento.


Mas convenhamos, o momento mais esperado do filme é a cena do baile: a Bela e seu vestido amarelo rodopiando pelo salão de braços dados com a Fera. O vestido que a nossa mocinha poderosa usa é parecidíssimo com o da animação, mas é muito mais leve e, claro, mais “real”. A peça é feita de camadas múltiplas de cetim e possui 2.160 cristais Swarovski bordados!!! E o mais bacana é que a Emma participou das escolhas com relação à peça e pediu para não usar espartilho, deixando a personagem muito mais livre.


E tem, mais: quando os personagens que são transformados em objetos depois da maldição voltam para sua forma humana, suas roupas possuem elementos que fazem referência àquela antiga forma. Note que o vestido da Sra. Potts possui uma estampa com o mesmo padrão desenhado no bule e que o casaco do Horloge possui botões com algarismos romanos de I ao XII, igualzinho ao relógio.



CURIOSIDADES:

  • Todas as roupas da Fera foram confeccionadas de verdade e só depois foram recriadas em animação gráfica. Isso foi necessário porque a equipe de efeitos especiais precisava captar o movimento das real das peças.
  • Todo o figurino foi confeccionado de forma sustentável: só usaram tecidos de fornecedores que tem preocupações com o meio ambiente e só usaram tintas naturais e de baixo impacto.
  • O casaco da primeira cena do príncipe ainda não transformado em Fera possui cerca de 22 mil cristais Swarovski bordados.  
  

E aí, você já assistiu ao filme? Curtiu o figurino? Me conta aí nos comentários. :)



You Might Also Like

6 comentários

  1. Amei, são pequenos detalhes que pouca gente repara. Adorei a matéria !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né? E são esses detalhes que deixam tudo mais mágico! <3

      Excluir
  2. Menina, amei! Principalmente essas curiosidades, hehehe. Esse figurino 😍😍😍

    ResponderExcluir
  3. Gostei Braga,
    Um leitura de fácil compreensão, com fatos apresentados, dados e dá pra sentir sua paixão na escrita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cê sabe que sou apaixonada por esse filme mesmo! hahaha Obrigada <3

      Excluir

INSTAGRAM


Facebook